Turismo

Secretaria do Turismo confirma ‘luz verde’ do Tribunal Administrativo para iluminações de Natal

O Tribunal Administrativo e Fiscal do Funchal (TAF) levantou, nesta segunda-feira, o efeito suspensivo resultante da impugnação apresentada por um dos concorrentes ao procedimento das Iluminações de Natal, na sua componente de Construção, Montagem e Desmontagem, refere uma nota de imprensa da tutela do Governo Regional, confirmando a notícia avançada pelo DIÁRIO na edição digital.

A decisão surge depois do Visto de Tribunal de Contas ter sido dado, a este concurso, sem quaisquer reparos à forma como o Governo Regional conduziu o processo.

“Assim e a partir da tarde desta segunda-feira, estão criadas as condições para que a Empresa Luxstar inicie os seus trabalhos, juntando-se, desta forma, ao Consórcio Teixeira & Couto que, desde a passada sexta-feira, dia 9 de Novembro, iniciou as montagens das iluminações na baixa do Funchal, numa operação que passa a estar em pleno, nos mesmos prazos que no ano passado, ainda que na base de um projecto que se apresenta muito mais enriquecido do que o de 2017”, revela a Secretaria Regional do Turismo e Cultura.

“Reitera-se, mais uma vez que, conforme era objectivo do Executivo Regional, as Iluminações de Natal deste ano marcarão a diferença na zona baixa da cidade e, particularmente, nas artérias vocacionadas para o comércio tradicional – inspiradas em novos motivos ligados à época natalícia mas, também, relacionados com a história e as tradições da Região, com uma evocação directa aos 600 anos da descoberta das ilhas da Madeira e Porto Santo – dando-lhes uma outra vitalidade nesta quadra festiva”.

A Secretaria Regional do Turismo e Cultura lembra, por fim, que ambos os concursos lançados – e que se encontram a decorrer no terreno – são plurianuais, ou seja, têm a duração de dois anos.

Powered by WPeMatico

Artigos Relacionados

Close